Mitos de investimentos: conheça os principais!

Provavelmente você, assim como muitas outras pessoas, deixa de investir por ter em mente informações equivocadas sobre investimentos. Isso gera insegurança e medo de aplicar o seu dinheiro, afinal, é comum querer manter o montante em segurança. Mas, hoje, vamos esclarecer alguns mitos de investimentos que estão separando você de uma vida mais abundante financeiramente.

Se você ainda tem crenças como a de que é difícil demais investir ou de que só pode fazer isso quem tem muito dinheiro, este post é para você. Fique atento e se prepare para descobrir novas oportunidades para ver seu dinheiro se multiplicando.!

“Dinheiro na poupança é a melhor opção”

Muita gente, acredita que o único tipo de “investimento” seguro é na poupança. É triste dizer, mas essas pessoas estão perdendo dinheiro nessa aplicação. A poupança chega a ter um rendimento abaixo da inflação, o que, literalmente, faz com que elas percam seu poder aquisitivo ao longo do tempo.

A verdade é que existem diversos investimentos que rendem mais que poupança e que proporcionam tanta segurança quanto ela. A exemplo disso estão os títulos públicos, mas não só eles. Muitos investimentos são cobertos pelo chamado Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que garante que até R$250 mil das suas aplicações estarão asseguradas caso a instituição na qual você aplicou peça intervenção ou liquidação extrajudicial.

“Para ganhar dinheiro com investimentos é preciso ter sorte”

Quer saber qual é outro dos grandes mitos de investimentos? Que ganhar dinheiro com eles é uma questão de sorte. Mesmo que algumas pessoas acabem aplicando seus recursos se baseando apenas nesse fator, essa não é, nem de longe, a prática recomendada para você colher bons rendimentos.

Antes que fazer um investimento, é importante pesquisar mais sobre a sua modalidade, o mercado, as técnicas e as práticas mais recomendadas para ter resultados positivos. Além disso, é sempre relevante estar atento aos acontecimentos locais e globais que afetam toda a economia. Caso você não se sinta totalmente seguro para avaliar todas essas informações, conte com o apoio de um especialista na área.

“É fácil enriquecer sendo um investidor”

Se você está planejando começar a investir porque acha que essa é uma forma de ganhar dinheiro fácil, saiba que esse é só mais um dos mitos de investimentos. Como você já viu, obter uma boa rentabilidade não depende de sorte, mas de muito estudo e atenção ao que está acontecendo no mercado, ou seja, você precisa ter uma estratégia.

Por isso, fique atento para não cair em golpes que prometem uma rentabilidade absurda em pouquíssimo tempo. Geralmente, as aplicações mais rentáveis são aquelas de médio ou longo prazos, portanto, não espere resultados expressivos da noite para o dia.

“Para começar a investir é preciso muito dinheiro”

Por incrível que pareça, muitas pessoas ainda acreditam em um dos maiores mitos de investimentos: que é preciso ter muito dinheiro para começar a aplicar. Hoje existem diversas opções para quem quer iniciar com pouco, o próprio Tesouro Direto oferta alternativas a partir de R$30. Além disso, existem ações de companhias que custam menos do que os produtos vendidos por elas.

É claro que quanto maior for o volume das suas aplicações, maior é o rendimento que você pode obter a partir delas. Mas isso também é algo que pode ser construído com o tempo. O mais importante é começar e manter uma certa constância, como reservar um valor mínimo para aplicar todos os meses, por exemplo.

“Só quem entende muito sobre investimentos pode investir”

Tem gente que realmente acredita que para dar o primeiro passo em alguma coisa é preciso saber tudo sobre ela. Acontece que, se fosse assim, ninguém começaria nada nunca… Primeiro porque é impossível “saber tudo” sobre seja lá o que for e, segundo, têm lições que a gente só aprende passando por elas — tentando, errando e tendo que corrigir os erros.

Nos investimentos isso não é diferente. Você precisa, sim, buscar conhecer o mercado, os tipo de investimentos que você está visando, talvez contar com a ajuda de uma carteira recomendada para o seu perfil ou acompanhar profissionais que possam esclarecer o caminho para você. Mas você não precisa dominar todas as teorias e técnicas, nem ser um expert com conhecimento avançado.

Foque no tipo de investimento que você pretende fazer e pesquise a fundo sobre ele. Procure referências online que dominam a área e siga algumas dicas. Busque entender o mecanismo por trás dessas aplicações e comece a colocar o seu dinheiro lá. Quanto mais você investir, mais vai conhecer o mercado.

“Aplicar nos grandes é a melhor opção”

Investir em grandes companhias ou naquelas empresas que cresceram exponencialmente nos últimos anos é uma boa, mas, nessas horas, todo cuidado é pouco. Nem sempre uma organização que está em destaque vai trazer bons retornos.

Antes de deduzir isso, procure se informar se essa companhia já não alcançou seu potencial de valorização. Nesses casos, as chances de você perder dinheiro caso as ações comecem a cair são grandes. Além disso, entenda o quanto ela vem investindo em estratégias para conquistar novos mercados e se desenvolver de forma contínua.

“Os imóveis são o melhor tipo de investimento”

O primeiro grande erro desse mito é que nenhum investimento será o melhor tipo de investimento para todo mundo. Cada pessoa tem um perfil específico e, com isso, um conjunto de recomendações que melhor se aplicam ao tipo de risco que ela está disposta a correr, além de outros fatores, como rentabilidade e liquidez, por exemplo.

Apesar de serem vantajosos em alguns casos, os imóveis também sofrem a oscilação de mercado, podendo ocasionar em prejuízos significativos. Para evitar esse tipo de situação, procure se informar sobre a influência da Selic nos investimentos dessa natureza. Com isso, fica claro que aplicar seu dinheiro nessa modalidade não é nenhuma garantia de bons ganhos.

“Só alta rentabilidade vale a pena”

Um investidor iniciante que ainda não domina muito bem essa área pode facilmente focar apenas na rentabilidade no momento de escolher seus ativos. Acontece que existem outros fatores que se tornam muito relevantes de acordo com os seus objetivos.

Se os seus investimentos são também a sua reserva de emergência, uma boa liquidez é muito importante. Se você é do tipo que entra em pânico com a possibilidade de perder qualquer quantidade de dinheiro, um risco baixo é um fator imprescindível. Dependendo do valor que você tem disponível, não será possível aportar o investimento mínimo. Então, além da rentabilidade, considere todos os outros aspectos.

É absolutamente normal que qualquer investidor inexperiente se sinta inseguro e até em dúvida com algumas informações disponíveis na internet. Por isso, é importante pesquisar a respeito e entender o que é verdade e o que são apenas mitos de investimentos. Muitas pessoas tentam tirar vantagens de quem está começando.

Agora que você já está a par dos principais mitos de investimentos e pronto para se proteger deles, que tal compartilhar este post com os seus contatos nas redes sociais?

mitos de investimentos

Abra sua conta online e grátis

Onde Estamos

Rua Gomes de Carvalho, 1195
4º Andar, Vila Olímpia
CEP 04547-004 – São Paulo, SP

©2020 – CM Capital e.PLUS | Todos dos direitos reservados – Desenvolvido por Apiki