Quais são os principais índices de renda fixa? Veja agora!

Quem deseja começar a investir com segurança e previsibilidade em investimentos a longo prazo precisa ser capaz de acompanhar o mercado. Sendo assim, conhecer os principais índices de renda fixa é fundamental!

Neste artigo, falaremos um pouco sobre cada um deles, além de apresentar respostas para as principais dúvidas dos investidores iniciantes. Se deseja saber mais sobre o tema, continue a leitura!

Funcionamento da renda fixa

Antes de entender mais sobre os principais índices de renda fixa, é interessante saber como essa classe de investimento funciona. Em poucas palavras, a renda fixa é uma categoria que engloba quaisquer investimentos que ofertem previsibilidade. Assim, incluem opções que contam com regras definidas no momento da aplicação. Isso inclui remuneração, vencimento e outros fatores.

Os principais investimentos conhecidos da renda fixa incluem os títulos do Tesouro Direto, CDB, LCA e LCI, fundos de renda fixa etc. Cada um tem uma característica específica, que deve ser priorizada de acordo com o perfil de investidor e os objetivos de cada um.

Principais índices de renda fixa e suas características

Agora que você sabe o que é renda fixa e como ela funciona, é hora de entender mais sobre os índices de investimentos. Em geral, eles são indicadores de desempenho de ativos financeiros. Desse modo, servem como termômetros na hora de acompanhar as condições do mercado, como a rentabilidade dos investimentos. Na renda variável, o índice mais conhecido é o IBOVESPA. Confira, abaixo, os da renda fixa!

CDI

O Certificado de Depósito Bancário (CDI) é usado pelos bancos. Sua função é manter os saldos em caixa positivos, algo que ocorre por meio de transações diárias. Ele é um dos principais índices de renda fixa conhecidos, uma vez que determina o rendimento anual e mensal de diversas aplicações.

IMA-Geral

O Índice de Mercado ANBIMA Geral diz respeito a um conjunto de índices. Eles são calculados todos os dias e têm como função representar a rentabilidade dos títulos públicos do país, como os de renda fixa e renda pré-fixada. Seu cálculo é realizado por meio de uma média ponderada, sendo o resultado uma importante referência para aplicações em ativos de renda fixa.

IMA-B

Esse outro Índice de Mercado ANBIMA aborda, especificadamente, títulos de renda fixa atrelados à inflação. Assim, é interessante para quem deseja investir em aplicações desse tipo, como o Tesouro Direto IPCA+.

Contudo, é interessante saber que o IMA-B também conta com outros componentes. Um deles é o IMA-B 5+, que reúne títulos com prazos acima de 5 anos.

IMA-S

Esse é mais um dos Índices de Mercado ANBIMA. Ele fala sobre títulos pós-fixados pela taxa Selic. Essa taxa é a maior referência da economia brasileira. Ela serve tanto para remunerar investimentos corrigidos por ela quanto na hora de referenciar juros, como os de financiamentos. Quem investe no Tesouro Selic, por exemplo, pode se interessar por acompanhar o IMA-S.

IRF-M

Sigla para Índice de Renda Fixa do Mercado, o IRF-M aborda títulos de renda fixa prefixados. Sua composição é feita por dois títulos públicos federais. São eles: as Notas do Tesouro Nacional série F (NTN-F) e as LTNs (Letras do Tesouro Nacional).

Principais dúvidas sobre a renda fixa

Conhecidos os principais índices de renda fixa, vamos abordar algumas dúvidas sobre essa classe de investimentos. Assim, será mais fácil decidir por investir nela ou não. Veja:

  • qual valor mínimo para começar a investir: em média, R$100,00 no Tesouro Direto;
  • principais riscos da renda fixa: variação da taxa de juros e de índice de preços;
  • o dinheiro pode ser retirado a qualquer momento: depende do investimento. A maioria conta com liquidez diária, como o Tesouro Selic e alguns CDBs. Porém, é preciso atentar às condições da aplicação.
  • qual a aplicação mais rentável: depende do perfil do investidor e de seus objetivos. O amparo dos profissionais de uma corretora de valores de qualidade pode ajudar nesse sentido.

Agora que você se aprofundou nos índices de renda fixa e nas particularidades dessa classe de investimentos, analise suas necessidades. Ao conhecer suas metas e respeitar seu perfil, será mais simples escolher opções alinhadas aos seus objetivos e acompanhar seus respectivos índices!

E se você gostou deste artigo, não deixe de repassar suas informações. Compartilhe-o em suas redes sociais!

principais índices de renda fixa

Mais posts

Categorias

Abra sua conta online e grátis

Onde Estamos

Rua Gomes de Carvalho, 1195
4º Andar, Vila Olímpia
CEP 04547-004 – São Paulo, SP

©2020 – CM Capital e.PLUS | Todos dos direitos reservados – Desenvolvido por Apiki