4 melhores alternativas para investir em 2021

Começar a investir em 2021 pode ser o primeiro impulso para otimizar a conquista de sonhos. Contudo, também é uma decisão capaz de gerar algumas dúvidas. Uma delas é: onde investir? Nesse momento, conhecer alternativas de investimentos tende a ser de grande ajuda. Afinal, elas fazem com que o investidor se informe sobre as possibilidades e, consequentemente, a montar uma carteira alinhada às suas necessidades.

Antes de dar os primeiros passos nesse universo, é interessante saber por que essa é uma boa ideia. Sendo assim, não deixe de conferir as informações desse conteúdo! Vamos apresentar boas razões para investir em 2021 e trazer alternativas nesse sentido. Boa leitura!

Por que pode ser uma boa ideia investir em 2021?

Segurança e estabilidade financeira são importantes para a grande maioria das pessoas. Contudo, as possibilidades trazidas pelo universo dos investimentos vão além. Basicamente, elas dependem do perfil de investidor e dos objetivos de cada um e podem ajudar na conquista de metas, como:

  • impulsionar a independência financeira;
  • multiplicar o patrimônio;
  • amparar a aposentadoria;
  • proporcionar ganhos acelerados em menos tempo;
  • concretizar sonhos de curto, médio e longo prazo etc.

Logo, se você deseja alcançar algum desses planos, começar a investir em 2021 pode ser uma boa ideia para você. Nesse caso, é preciso conhecer as opções que estão disponíveis e avaliar como elas se encaixam em suas demandas pessoais.

Quais são algumas das alternativas para investir em 2021?

Se você ainda aplica seu dinheiro na poupança, pode estar cometendo um erro. Afinal, essa alternativa de investimento tem trazido pouco retorno aos investidores. Muitos dizem que continuam a contar com ela pela segurança. Contudo, existem vários produtos disponíveis no mercado que ofertam a mesma segurança, enquanto trazem melhores resultados. Confira alguns exemplos!

1. Ações

As ações são investimentos bastante conhecidos da renda fixa. Elas representam pequenas frações de empresas de capital aberto. Ou seja, que estão abertas para negociação na bolsa de valores brasileira, a B3. Ao comprar um de seus papéis, o investidor se torna sócio da organização. Desse modo, aproveitará os ganhos, ao passo que estará igualmente sujeito às perdas.

A função que o investidor desempenhará na empresa dependerá do tipo de ação adquirida. De maneira geral, esses ativos se dividem em ordinários e preferenciais. Enquanto a primeira oferece, até mesmo, poder de voto ao acionista — que participa da tomada de certas decisões no negócio — a segunda o favorece na hora de pagar dividendos.

Para investir em qualquer uma dessas opções é preciso contar com uma instituição financeira ou corretora de valores. Essa é uma alternativa que exige conhecimento do mercado financeiro, além de contar com riscos.

Isso porque, seus ativos estão sujeitos a diversos fatores como a volatilidade do mercado, a variação do dólar, crises, entre outros. Assim, o investimento em ações é mais indicado aos investidores de perfis moderados ou arrojados.

2. Fundos imobiliários

Também chamados de FIIs, essas podem ser outras alternativas para investir em 2021. Os fundos imobiliários funcionam como uma espécie de condomínios. Eles reúnem investidores diferentes em torno de um objetivo comum. Ao comprar suas cotas, esses investidores podem aproveitar os resultados do mercado imobiliário sem precisar, de fato, comprar imóveis.

Os FIIs são geridos, isso significa que há um profissional por trás de sua montagem. O investidor deve escolher os fundos de acordo com seus objetivos, sempre atentando às condições e taxas por trás de cada um. Nesse sentido, é interessante saber que eles podem ser opções de investimentos com pagamento mensal.

Em termos de segurança, esses veículos de investimento podem atender tanto aos perfis conservadores quanto aos moderados e arrojados. Afinal, a estratégia de cada fundo varia — existindo opções que atendem tanto aos que priorizam segurança quanto os que buscam por maiores rentabilidades.

3. Renda Fixa

A renda fixa é uma classe de investimentos que privilegia a previsibilidade. Dessa maneira, é comum que os investidores conheçam a maior parte de suas condições antes de aplicar seu dinheiro. É por isso que a segurança de alguns de seus produtos é comparada à da poupança, podendo até superá-la.

Em outras palavras, ao investir em renda fixa, na maioria das vezes, o investidor poderá conhecer a rentabilidade média e o prazo da aplicação. Existem diversos produtos nessa classe de investimentos. Alguns exemplos incluem:

  • títulos do Tesouro Direto, como o Tesouro Selic e o Tesouro IPCA;
  • CDB (Certificado de Depósito Bancário);
  • LCI e LCA (Letra de Crédito Imobiliário e Letra de Crédito do Agronegócio);
  • fundos de renda fixa, que reúnem diferentes alternativas em um só local etc.

Em vista disso, aqueles que estão em busca de sair da poupança e de contar com resultados melhores sem abrir mão da segurança devem se informar, especialmente, sobre as alternativas da renda fixa.

4. Fundos de investimentos

Os fundos de investimentos são coringas do mercado financeiro. Isso porque eles não contam com uma personalidade específica. Assim, variam de acordo com o objetivo em torno de sua composição.

Basicamente, eles dizem respeito à captação de recursos de pessoas físicas ou jurídicas de forma a obter retornos financeiros a partir da compra e da venda de valores e bens mobiliários, cotas de outros fundos e títulos.

Para aplicar dinheiro nessa modalidade de investimento, o investidor deve adquirir cotas. Quanto mais diversificado for o fundo, maiores são as chances de que os riscos sejam diluídos. Assim, são menores para quem participa dele.

Independentemente da escolha, é imperativo reforçar a importância de conhecer seu perfil de investidor e objetivos. Afinal, não existe um investimento melhor ou pior. As melhores alternativas são aquelas que o ajudam a conquistar seus sonhos de acordo com suas necessidades.

Por fim, para investir em 2021 com o máximo de praticidade, não deixe de encontrar uma boa plataforma. A CM Capital e.PLUS é uma corretora de valores de alto padrão, que conta com experiência no mercado financeiro e com uma equipe capaz de ofertar um atendimento personalizado. Conheça nossas soluções e dê um PLUS em seus investimentos!

Se deseja aprender ainda mais sobre o comportamento do mercado, saiba como a Selic, a taxa referencial da economia brasileira, influencia nos investimentos!

Mais posts

Categorias

Abra sua conta online e grátis

Onde Estamos

Rua Gomes de Carvalho, 1195
4º Andar, Vila Olímpia
CEP 04547-004 – São Paulo, SP

©2020 – CM Capital e.PLUS | Todos dos direitos reservados – Desenvolvido por Apiki