Resumo da semana: Inflação nos EUA e reunião do CMN roubam a cena

A semana foi recheada de indicadores e balanços corporativos que movimentaram o mercado financeiro. Confira o resumo de tudo o que movimentou o mundo dos investimentos no resumo da semana dos dias 13 a 17 de fevereiro.

Segunda-feira é dia de Boletim Focus

O resumo da semana começa com o Boletim Focus que a expectativa para o índice de preços ao consumidor amplo (IPCA) para este ano subiu de 5,78% para 5,79%, na nona alta seguida

A projeção de inflação oficial de 2024 também avançou, de 3,93% para 4,0% (quarta semana seguida de elevação), enquanto a de 2025 subiu de 3,50% para 3,60% e a de 2026 permaneceu em 3,50%. Pib) de 2023 caiu de 0,79% para 0,76%, enquanto a de 2024 foi mantida em 1,50%, mas a de 2025 recuou de 1,89% para 1,85. A de 2026 continuou em 2,0%. Selic subiu 12,50% para 12,75% em 2023, enquanto a de 2024 avançou para 9,75% para 10,0%. A de 2025 foi mantida em 9,0% e a de 2026 permaneceu em 8,50%.

Terça-feira e a inflação norte americana

A terça foi tranquila, em resumo, tivemos a inflação ao consumidor nos Estados Unidos, que subiu 0,5% em janeiro, em linha com o esperado; na base anual, alta é de 6,4%, acima da expectativa de 6,2%. Em dezembro, a inflação ao consumidor nos EUA ficou em 0,1% mês a mês, enquanto subiu 6,4% em relação a dezembro de 2021.

Quarta-feira movimentou o resumo da semana

Estados Unidos

O volume total de pedido de hipotecas nos Estados Unidos caiu 7,7% na semana passada, em comparação com a semana anterior, de acordo com o índice ajustado sazonalmente da Mortgage Bankers Association (MBA). A taxa de juros média para hipotecas de 30 anos interrompeu uma sequência de quedas e subiu para 6,39% na semana, de 6,18% no período anterior.

Ainda segundo a MBA, os pedidos de refinanciamento de empréstimos imobiliários caíram 13% na semana e estão 76% mais baixos do que na mesma semana do ano anterior.

Índice de Atividade Industrial Empire State subiu de -32,9 em janeiro para -5,8 em fevereiro.

Brasil

O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) variou 0,02% em fevereiro, ante taxa de 0,05% em janeiro, informou nesta quarta-feira (15) a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Com esse resultado, o índice acumula alta de 0,07% no ano e de 2,26% em 12 meses. Em fevereiro de 2022, o índice havia subido 1,98% no mês e acumulava elevação de 16,69% em 12 meses.

Vendas do varejo em janeiro sobem 3,0%, acima da expectativa de alta de 1,8%.Em dezembro, houve queda de 1,1%. O núcleo das vendas no varejo subiu 2,3%, também acima do esperado de 0,8%, enquanto em dezembro houve queda de 0,9% (revisado de 1,1%).

E o resumo não termina aqui, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que a meta de inflação não está na pauta da reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN) desta semana, em meio a ruídos no mercado financeiro por temores sobre um possível aumento da meta.

Formado por Haddad, a ministra do Planejamento, Simone Tebet, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, o CMN irá se reunir na quinta-feira após pesadas críticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e aliados à taxa de juros. É responsabilidade do conselho fixar as metas de inflação a serem perseguidas pelo BC.

Quinta-feira teve prévia do PIB

Brasil

IBC-Br tem alta de 0,29% em dezembro, acima do esperado; no ano, indicador subiu 2,90%. Alta foi maior que a esperada pelo mercado; ante dezembro de 2021, a alta foi de 1,42%.

Estados Unidos

Pedidos de seguro-desemprego caem a 194 mil na semana, abaixo da expectativa de 200 mil. O avanço da taxa de desemprego segurado ajustada sazonalmente foi de 1,2% na semana, inalterado em relação à semana anterior.

Já o índice de preços ao produtor em janeiro fica em 0,7%, acima da expectativa de 0,4%; na base anual, a alta é de 6,0%, acima dos 5,4% esperados. O núcleo do IPP ficou em 0,5%, acima da expectativa de 0,3% e de 0,1% em dezembro. Na base anual, o núcleo ficou em 5,4%, também acima da expectativa de 4,9%

Sexta-feira

Para fechar o resumo da semana, a reunião do Conselho Monetário Nacional ocorreu sem surpresas, contudo a entrevista concedida por Lula durante repercutiu no mercado. O chefe do Executivo falou sobre os embates com o presidente do Banco Central, e, apesar de manter o tom duro contra a autoridade monetária, deu indícios de que não quer seguir com os desentendimentos. De acordo com o presidente da República.

O Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, falou sobre a postura de Lula em relação à condução de política monetária. Durante o jantar com empresários, Haddad disse que Lula está “pilhando a equipe” e que quer “acertar logo”. Por conta disso, as vezes pode parecer ansioso e dar declarações que desagradem o mercado.

Acompanhe o que mais aconteceu hoje no nosso Giro da CM:

Funcionamento da B3 durante o Carnaval

A B3 já está em clima de carnaval. A bolsa brasileira encerra as operações da semana nesta sexta-feira (17) e só volta aos negócios depois da folia. Ainda assim, o pregão na Quarta-feira de Cinzas (22) será a meio mastro.

Segundo a B3, haverá sessão dos ativos de renda variável, o que inclui o Ibovespa, somente das 13h às 17h55, quando tem início o call de fechamento. A pré-abertura dos negócios com ações no mercado à vista será das 12h45 às 13h. Já para os derivativos financeiros, como o contrato futuro do dólar, a sessão de negociação também abrirá às 13h, com pré-abertura a partir das 12h55.

Não esquece de abrir sua conta com a CM Capital e aproveitar as melhores condições pro investidor.

Você também pode se interessar por:

Taxa zero para investir e realizar seus sonhos!

Comece a investir em poucos minutos e tenha acesso a plataformas profissionais gratuitas, plataforma de ensino gratuita, melhor custo-benefício para trader e investidor.
Atendimento via WhatsApp com espera média e de apenas 8 segundos.

Canal de Denuncia

"*" indica campos obrigatórios

Passo 1 de 2

Quando? ( data ou período de ocorrência)
DD barra MM barra YYYY
DD barra MM barra YYYY
Para acompanhar o andamento de seu relato, você receberá um número de protocolo que lhe será fornecido após o registro do relato.
Agradecemos sua iniciativa e confiança. Caso queira, pode inserir seu e-mail, nome e telefone para que possamos entrar em contato

Coleta e uso de informações

Durante a utilização dos nossos serviços, podemos solicitar o fornecimento de algumas informações pessoais, que poderão ser utilizadas para a sua identificação ou para contato, respeitando sempre a sua privacidade. Caso deseje não receber e-mails comercias da CM Capital, entre em contato conosco através dos canais de atendimento.

Faça a sua denúncia

Por favor, preencha o formulário abaixo. A sua denúncia é totalmente anônima.