Como ser um day trader de sucesso? Descubra aqui!

Quando o assunto é investimento pessoas mais leigas podem imaginar a compra e venda frenética de ações na tentativa de lucrar com as negociações. Bem… nem todo investimento é assim. Na verdade, essa modalidade de investimento é conhecida como day trade e quem quer operar dessa forma precisa aprender como ser um day trader de sucesso.

A primeira notícia é de que, sim, você precisará estudar muito para se tornar um trader profissional. No entanto, todo esse esforço certamente será recompensado por ótimos resultados no mercado financeiro e uma vida bastante confortável em função disso.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, não perca mais tempo e continue a sua leitura!

O que é um day trader?

Trader é uma palavra em inglês para se referir a uma pessoa que compra e vende determinado item com a exclusiva finalidade de obter lucro, como se fosse um comerciante. No mercado financeiro, ela ganha uma importância ainda maior, principalmente quando usada para se referir aos investidores que compram e vendem ativos dentro de um mesmo dia para aproveitar as oscilações de preço.

Mas, atenção: trader não é o mesmo que trade. O primeiro termo é utilizado para se referir à pessoa que executa a operação, já o segundo, à operação em si. Portanto:

  • trade é a compra e venda de um ativo;
  • trader é o profissional que realiza essas operações.

Como ser um day trader de sucesso?

Se você não sabe nada sobre esse tipo de operação, terá que começar do mais absoluto zero. Isso significa estudar profundamente o mercado financeiro, conhecendo detalhadamente os diferentes tipos de ativos, os motivos que provocam as flutuações de preços, os padrões de avaliações, os métodos de análises gráficas e assim por diante.

No entanto, todo esse conhecimento diz respeito apenas à parte operacional, que é uma pequena fatia desse grande universo. Além da aprendizagem, você também terá que se dedicar à interiorização do conhecimento, à sua prática virtual em alguma conta demo e, então, ao ganho de experiência real no mercado.

Um bom day trader é composto de uma série de habilidades e características que precisarão ser desenvolvidas com o tempo. Diferentemente de outras profissões, nessa é preciso combinar inteligência operacional, analítica e, principalmente, emocional para manter o controle sobre as atividades. Quer saber mais? Então, fique ligado!

Habilidade analítica

A habilidade analítica diz respeito justamente à sua capacidade de ler o mercado e estabelecer suas próprias regras para se jogar nele. No day trade, quando você monta uma estratégia, precisa estabelecer alguns limites, tanto de perda quanto de ganho. Isso só é feito a partir do momento em que você calcula os riscos e projeta quanto pode faturar com eles.

Mas, atenção: fique avisado de que você não acertará sempre. Haverá perdas e talvez não sejam poucas. O objetivo é minimizá-las com os ganhos. Portanto, desenvolva sua capacidade de analisar graficamente as operações.

Para saber a hora de stopar uma operação não existe outro caminho se não estudar massivamente as táticas disponíveis. Gerenciar os riscos é algo que você só vai conseguir aperfeiçoar com o tempo e com a prática. Portanto, procure aprender com cada decisão — tanto as boas quanto as ruins.

Apesar da operação do day trader ser realizada no dia a dia e no curto prazo, a estratégia precisa ser montada no longo prazo. Se você ganha hoje e perde amanhã, reanalise as métricas e ajuste a estratégia. Não se agarre a algo que não está funcionando. A média dos seus resultados é que deve ser positiva. Para isso, você precisará corrigir sua média alinhando suas decisões, algo como “erre rápido, acerte rápido”.

Habilidade operacional

O operacional é justamente a parte de colocar a mão na massa, ou seja, você precisará ter conhecimento prático, saber em quais botões clicar, entender os gráficos, conhecer o layout da plataforma de operação e dominar a compra e venda de ativos. Isso não é como a habilidade analítica, não se trata mais de avaliar os ativos, mas sim de emitir as ordens certas.

Traders iniciantes costumam ter uma baixa habilidade operacional, o que pode resultar em inúmeros equívocos e operações erradas por descuido ou por falta de conhecimento. Sem esse domínio e a agilidade necessária, zerar uma posição ou perder uma compra se tornam acontecimentos frequentes até o desafio ser superado.

Isso é parte do aprendizado e é por isso que as contas de simulação costumam ser úteis. Dessa maneira, você poderá pegar o jeito e treinar suas operações como quem treina chutes a gol. Você pode compreender todas as técnicas e táticas de formação de jogo, mas precisa saber como chutar a bola na prática.

Isso também é importante para que você coloque a teste suas estratégias, explore cada uma delas e se sinta mais confiante para ir para o mercado real. Portanto, não poupe esforços ao desenvolver essa habilidade antes mesmo de colocar o seu dinheiro na mesa.

Habilidade emocional

É impossível dominar seus investimentos sem dominar o seu psicológico e emocional. Temos um instinto dentro do nosso cérebro que está constantemente mandando estímulos para que reajamos a determinadas situações como se elas fossem realmente ameaçadoras.

Quando o seu dinheiro está em risco, esses estímulos ficam ainda mais potentes. Portanto, saiba com antecedência que o seu emocional não vai deixar que você aguarde tranquilamente enquanto o preço de um ativo despenca. Para ele, é uma questão de vida ou morte vender o papel e, se você obedecer, perderá dinheiro.

Para não ficar à mercê desse campo instintivo das suas emoções, é preciso desenvolver sua inteligência e maturidade emocional. O mercado financeiro não é intuitivo, ele é lógico. Por isso, além de treinar o seu autocontrole, você precisará de uma boa dose de estratégias bastante definidas para seguir.

No trading você não conta com a sorte, muito menos com o achismo. Você escolhe um método de análise, monta uma estratégia e coloca ela em prática de acordo com os limites que você mesmo estabelece com antecedência, de cabeça fria e não no calor da emoção. É assim que, mesmo nos dias de baixa, você minimiza os impactos de um resultado negativo.

Se você ainda não se sente capaz de dominar tudo isso, comece a trabalhar na sua mente que:

  • você deve arriscar apenas aquilo que realmente pode perder;
  • é preciso manter a coerência com o seu plano de trading e confiar nele;
  • pular de galho em galho nunca será uma boa estratégia;
  • as perdas acontecem a qualquer momento;
  • o tempo pode mudar toda a situação de uma hora para outra.

Em outras palavras, você precisará aprender a se acalmar e a confiar no processo. Resumindo tudo o que você acabou de conferir, para se tornar um day trader de sucesso, você precisará ter cautela e investir massivamente em:

  • uma formação de qualidade de médio e longo prazo;
  • um entendimento profundo do mercado e suas oscilações;
  • um aprendizado prático e constante, focando nas lições e não nos resultados;
  • uma melhora progressiva da sua condição financeira;
  • um aperfeiçoamento da sua inteligência e maturidade emocional.

Se você gostou deste conteúdo sobre como ser um day trader de sucesso e se ele ajudou você, não pare por aqui. Siga-nos no Facebook e no Instagram e fique por dentro de todas as nossas postagens!

Você também pode se interessar por:

Abra sua conta online e grátis