Bull Market e Bear Market

Texto por Mariana Benedito

Bull Market e Bear Market, termos que você já deve ter se deparado, certo?

Essas expressões atuam para descrever algum movimento do mercado, ou seja, um jeito mais fácil de se referir as particularidades do mercado financeiro.

Mas, antes de tudo, quer saber por que o touro e o urso são símbolos do mercado financeiro?

Acompanhe mais esse artigo da CM Capital.

Além desse, nós temos vários conteúdos informativos disponíveis para você. Veja aqui!

Bull Market e Bear Market

Primeiramente, vamos entender essa terminologia.

Essas expressões querem dizer “mercado touro” e “mercado urso” em português. Seu significado está atrelado aos movimentos de alta e baixa do mercado financeiro, em específico no mercado de ações.

A origem desses termos, assim como quase todas utilizadas no dia a dia dos investidores e pessoas envolvidas não mercado financeiro, é incerta.

A versão mais conhecida diz respeito a forma que esses animais atacam suas presas. Entenda mais:

Bull Market

No caso do bull market, estamos falando sobre o mercado de alta. Já que durante o seu ataque, o touro dá sua chifrada de forma ascendente, atacando sua presa de baixo para cima

Assim sendo, o termo bull market é usado para se referir aos momentos em que o mercado está otimista. Onde há expectativa de crescimento do mercado financeiro, possibilitando que os investidores lucrem em operações de venda de suas ações.

Funciona assim, os investidores que conseguem identificar essa movimentação do mercado têm maiores lucros, pois aqueles que veem a chegada do touro, conseguem comprar ações mais baratas e vende-las por um valor maior, assim gerando o lucro.

Há ainda a expressão “bullish”, que significa como um touro, representando também o mercado em alta, tal qual o ataque de um touro.

Bear Market

Ao contrário do bull market, o bear market é um mercado que está na baixa, ou seja, quando os investidores estão pessimistas em relação ao mercado financeiro porque preço das ações estão caindo.

Assim como o termo anterior, o nome se origina pelo ataque de um animal, nesse caso, o urso, que ataca suas presas com uma pata de cima para baixo, em um movimento descendente.

Assim, também há um termo, significando como um urso, que é o bearish. Sua definição corresponde a um momento delicado para a economia, com o mercado em baixa, inflação e desempregos altos. Também pode ser referente a alguma área específica do mercado e não ele como um todo.

Como agir em cada market?

Desde já, adiantamos que o mercado em ascensão não é necessariamente bom, assim como o mercado em baixa não significa que está totalmente ruim. Um bom investidor sabe como se comportar e aproveitar os benefícios de ambas as situações!

Se estamos em bear market, encontramos investidores mais apreensivos, que acabam vendendo suas ações, para minimizar suas perdas, o que ocasiona um movimento onde a oferta de ativos acaba sendo maior do que a demanda . Como consequência, o preço das ações caem.

Nesse momento, investidores mais experientes e de perfil mais arrojado compram essas ações por um valor baixo, aguardando o momento em que o mercado estiver em ascensão.

Quando o mercado está otimista, ou seja, em bull market, é o momento em que as ações sobem de valor, portanto, quem comprou na baixa e vendeu na alta, tem uma boa rentabilidade perante aqueles que não conseguiram identificar esses movimentos do mercado.

Em resumo, o mercado pode ser muito dinâmico e identificar esses momentos ajudam o investidor a atuar bem em cada uma dessas situações.

E você? Já investe? Tem conta na CM Capital? Abra a sua. É gratuito!

Você também pode se interessar por:

Abra sua conta online e grátis