Ícone do site CM Capital

Agenda da semana: Ata do Copom e inflação nos EUA

Na semana seguinte ao anúncio de manutenção da Selic, o mercado aguarda a divulgação da Ata do Comitê de Política Monetária (Copom) nesta terça-feira (28). No anúncio da Super Quarta, já se viu um tom mais duro do Banco Central e uma expectativa acerca da condução da política fiscal, que deve ser impactada pela nova âncora fiscal. Os olhares ficam mais atentos para as estimativas dos próximos indicações e perspectivas para a próxima reunião do comitê, em maio.

Mas não para por aí. No Brasil e no mundo, vários assuntos precisam ficar no radar do investir essa semana. Veja a seguir o que vai ser destaque essa semana.

Semana conta divulgação de Ata do Copom

SEMANA NO BRASIL

Por falar no Bacen, a semana começou com a divulgação do Boletim Focus, cuja projeção de inflação para 2023 teve nova queda nesta semana, de 5,95% para 5,93%, mas as estimativas subiram novamente para 2024 e 2025. Confira as projeções:

Outro dado relevante de segunda-feira foi o Índice de Confiança do Consumidor (ICC), que subiu em março após dois meses de queda. Segundo o FGV/Ibre, o indicador avançou 2,5 pontos no mês, para 87,0 pontos. Em médias móveis trimestrais, o índice ainda se mantém em queda pelo quarto mês consecutivo ao recuar 0,3 ponto, para 85,8 pontos.

Além disso, na agenda de indicadores brasileiros, espera-se a divulgação do Relatório Trimestral de Inflação (RTI), dados da produção industrial referente à 2022, taxa de desemprego e empregabilidade (Caged) de fevereiro e IGP-M.

O misterioso desenho do arcabouço fiscal segue no radar. Com o cancelamento da viagem de Lula à China, a divulgação do projeto da equipe econômica pode ser antecipada. Ainda no campo político, Brasília segue como palco de “falta de alinhamento” entre os presidentes da Câmara e do Senado, o que pode afetar os planos econômicos do executivo.

Veja também: Economia brasileira hoje e perspectivas para o futuro

Balanços

Por aqui, a reta final na temporada de balanços ainda deve movimentar as ações de Ligth, Marisa, Gafisa e Rede D’Or. Mas cerca de outras 40 empresas também divulgam seus resultados sobre o quarto trimestre de 2023. Veja a seguir.

EmpresaTickerDataHora
BradesparBRAP427/03/23Antes da abertura
Dexxos ParDEXP327/03/23Antes da abertura
DotzDOTZ327/03/23Depois do fechamento
Ânima EducaçãoANIM327/03/23Depois do fechamento
Boa SafraSOJA327/03/23Depois do fechamento
ClearSaleCLSA327/03/23Depois do fechamento
EspaçolaserESPA327/03/23Depois do fechamento
Rede D’Or São LuizRDOR327/03/23Depois do fechamento
SaraivaSLED327/03/23Depois do fechamento
TupyTUPY327/03/23Depois do fechamento
Alphaville UrbanismoAVLL328/03/23Depois do fechamento
AmbiparAMBP328/03/23Depois do fechamento
Boa VistaBOAS328/03/23Depois do fechamento
Cruzeiro do SulCSED328/03/23Depois do fechamento
DasaDASA328/03/23Depois do fechamento
EvenEVEN328/03/23Depois do fechamento
Fertilizantes HeringerFHER428/03/23Depois do fechamento
GafisaGFSA328/03/23Depois do fechamento
HelborHBOR328/03/23Depois do fechamento
IMCMEAL328/03/23Depois do fechamento
Kora SaúdeKRSA328/03/23Depois do fechamento
LightLIGT328/03/23Depois do fechamento
MelnickMELK328/03/23Depois do fechamento
MoblyMBLY328/03/23Depois do fechamento
Multi (ex-Multilaser)MLAS328/03/23Depois do fechamento
OncoclínicasONCO328/03/23Depois do fechamento
OSXOSXB328/03/23Depois do fechamento
QualicorpQUAL328/03/23Depois do fechamento
Renova EnergiaRNEW428/03/23Depois do fechamento
Springs GlobalSGPS328/03/23Depois do fechamento
ViverVIVR328/03/23Depois do fechamento
AgrogalaxyAGXY329/03/23Depois do fechamento
Alper SegurosAPER329/03/23Depois do fechamento
BahemaBAHI329/03/23Depois do fechamento
CelescCLSC429/03/23Depois do fechamento
DesktopDESK329/03/23Depois do fechamento
Equatorial EnergiaEQTL329/03/23Depois do fechamento
GetNinjasNINJ329/03/23Depois do fechamento
LupatechLUPA329/03/23Depois do fechamento
Nexpe (ex-BR Brokers)NEXP329/03/23Depois do fechamento
OrizonORVR329/03/23Depois do fechamento
SequoiaSEQL329/03/23Depois do fechamento
Veste (ex-Restoque)VSTE329/03/23Depois do fechamento
CR2CRDE331/03/23Depois do fechamento
Dommo EnergiaDMMO331/03/23Depois do fechamento
Marisa LojasAMAR331/03/23Depois do fechamento
WestwingWEST331/03/23Depois do fechamento
Agenda de balanços 4tri/2022

SEMANA NO EXTERIOR

Nos Estados Unidos, o indicador de inflação favorito do Federal Reserve (Fed), o PCE, sairá na sexta-feira pela manhã. Antes disso, Bureau Of Economic Analysis revela o PIB trimestral dos EUA (30) e a balança comercial (28).

Já na Europa, serão publicados os números de desemprego de fevereiro e a prévia da inflação ao consumidor de março. Por fim, os dados apuração do PMI da China será serão conhecidos na quinta-feira.

Os movimentos dos bancos americanos e europeus ainda ditam o noticiário do mercado financeiro essa semana. A subida do CDS, indicativo de percepção de risco de crédito, do Deutsche Bank somada as instabilidades do Credit Suisse (comprado pelo UBS), reforçam a preocupação de uma instabilidade financeira.

Zonas de conflitos

Rússia e Coreia do Norte protagonizam ainda mais tensão no contexto geopolítico. De um lado, o  presidente russo Vladimir Putin disse que o país está se preparando para posicionar armamentos nucleares táticos na vizinha Belarus (antiga Bielorrússia), intensificando um confronto com os EUA e aliados no contexto da guerra travada na Ucrânia.

Do outro, a Coreia do Norte disparou nesta segunda-feira (27) dois mísseis balísticos, em um nova série de testes com armamentos. As informações foram confirmadas pelos governos japonês e sul-coreano. “O lançamento foi um ato grave de provocação, que prejudica a paz e a estabilidade da comunidade internacional e da península coreana”, anunciou o órgão equivalente ao Ministério da Defesa da Coreia do Sul.

A considerar os impactos comerciais, o investidor segue acompanhando os desdobramentos desses fatos.

Agenda de indicadores da última semana de março. Fonte: CM Capital

ACOMPANHE AO VIVO

O mercado financeiro não é pautado só de agenda. Os fatos mais quentes do dia você acompanha ao vivo no Giro da CM. De segunda a sexta-feira, às 12h, Cindy Alvares e Thainá Rambaldo trazem as principais notícias de política, economia e do corporativo no Canal CM Capital Ao Vivo. Acesse, ative a notificação e acompanhe de onde estiver!

Sair da versão mobile