Blog

  • Home
  • Educacional
  • Price Action: saiba como e em quais operações utilizar essa técnica

Price Action: saiba como e em quais operações utilizar essa técnica

Quem opera na Bolsa de Valores precisa estar constantemente analisando os seus resultados e as técnicas para aprimorar as habilidades e tirar melhor proveito das negociações. Existem diversas maneiras de analisar o fluxo de capitais negociados para traçar a melhor estratégia e uma dessas técnicas é o Price Action.

A partir da análise de gráficos, essa técnica permite que o investidor tome melhores decisões no mercado de ações. Contudo, nem sempre é fácil compreender exatamente como o Price Action funciona. Por isso, conversamos com o trader profissional, Rafa Trader, para, em parceria com a CM Capital, esclarecer como funciona essa técnica e como o operador pode utilizá-la em suas estratégias. Continue a leitura!

O que é o Price Action?

Antes de tudo, é importante compreender o que é Price Action e como ele é utilizado no mercado financeiro. Como explica Rafa Trader, “essa é uma das técnicas mais utilizadas para tomar decisões no mercado financeiro, escolhendo as melhores opções de investimento. De forma simples, é possível analisar a ação dos preços e o comportamento das pessoas a partir dos gráficos e das movimentações que acontecem neles”.

A partir da oscilação dos preços, os operadores adeptos podem identificar padrões com base nas evoluções apresentadas. É uma forma de obter informações complexas sobre as intenções dos investidores. Assim, fica mais fácil prever os cenários e as perspectivas futuras.

Quais são os fundamentos do Price Action?

Operar a partir de Price Action significa ter a habilidade de perceber todas as informações contidas na variação dos preços dos ativos. De acordo com Rafa, as notícias, a influência da Selic, os eventos de mercado, os calendários econômicos e todo outro fator que influencia a variação dos ativos já estão precificados há muito tempo no gráfico.

Dessa forma, ele exemplifica: “as notícias podem funcionar como um drive, ou seja, acelerando ou diminuindo o valor de mercado. Porém, elas não são o motivo pelo qual o ativo variou”. Outro ponto fundamental que o especialista aponta é a característica de repetição presente no mercado. Afirma ele que “o mercado é feito de pessoas, e as pessoas têm comportamentos repetitivos; isso é perceptível por meio dos gráficos”.

Em resumo, é possível afirmar que o fundamento do Price Action está na capacidade de perceber as tendências, os comportamentos e as oscilações dos mercados a partir da análise da variação dos preços. Para isso, é necessário compreender que a precificação carrega em si mais do que o valor de mercado, mas também as formas pelas quais ele opera.

Quais operações utilizam Price Action?

Um dos grandes diferenciais e que fazem com que o Price Action tenha tanto sucesso é a sua versatilidade. Segundo Rafa, essa técnica pode ser utilizada para qualquer tipo de ativo, mercado ou tempo gráfico. Essa é uma das grandes vantagens da técnica, permitindo ao investidor utilizá-la até mesmo em Bolsas de Valores internacionais.

Para funcionar, basta que o ativo tenha liquidez e que gere um gráfico com os seus preços. É possível aplicar a técnica aos mais variados tempos de mercado, de cinco, dez, trinta, sessenta minutos ou até mesmo um dia ou uma semana. Dessa forma, as diferentes modalidades de trade podem aplicar essa técnica, seja no Day Trade, seja no Swing Trade, seja até mesmo em operações de position.

Quais são os indicadores utilizados?

Uma das informações centrais que Rafa Trade aponta é que o Price Action não utiliza indicadores. Apesar de alguns investidores considerarem Price Action mesmo com a análise de média móvel, ele, de maneira pura, não utiliza nenhum indicador. Embora seja possível que o operador faça a análise técnica, utilize osciladores e até mesmo indicadores de volume, a técnica não tem foco nesses aspectos, sendo pautada exclusivamente no preço dos ativos.

Qual é a diferença entre Price Action e análise técnica?

É recorrente nos debates e nos estudos sobre o mercado financeiro certa confusão a respeito da diferença entre Price Action e análise técnica. Nesse sentido, o trader profissional explica que, embora elas sejam semelhantes, existem certas diferenças. Confira quais são elas a seguir!

Análise técnica

A análise técnica é utilizada pelos investidores como uma forma de perceber os movimentos do mercado a partir de indicadores no gráfico. Dessa maneira, o profissional procura réplicas de movimentos passados, buscando prever os movimentos futuros e prováveis de determinado ativo. Contudo, a análise técnica não se limita aos padrões gráficos, utilizando também outros indicadores técnicos.

Price Action

Ao contrário da análise técnica, o Price Action utiliza um gráfico limpo, ou seja, a informação utilizada pelo trader para perceber o ativo envolve apenas os preços. Nesse sentido, a habilidade visual é de grande importância porque, em certos casos, é necessário perceber a variação em poucos segundos, compreendendo se a tendência é de alta ou de baixa, por exemplo.

Afinal, vale a pena usar o Price Action?

Essa é uma pergunta complexa e, para respondê-la, é necessário que cada investidor avalie o seu próprio perfil e a maneira como pretende lidar com o mercado financeiro. Contudo, com uma estratégia clara, um estudo apurado e consistência, é possível ter excelentes resultados utilizando a técnica.

Como afirma Rafa, “quando se tem muita informação para tomar decisão, você acaba ficando confuso e não fazendo nada. Já o Price Action é uma técnica extremamente simples, em que você visualmente consegue entender completamente o que o mercado está fazendo, os pontos importantes e o próximo movimento provável. Então, se a pessoa utilizar a ferramenta corretamente, ela tem boas perspectivas de ter sucesso nas operações”.

Quais são as recomendações para quem quer aprender e utilizar essa técnica?

Por fim, mas não menos importante, é necessário lembrar que, para ter bons resultados no mercado financeiro, é importante ter experiência, conhecimento e persistência. Nesse sentido, o trader especialista explica que é essencial manter o foco. “Não adianta aprender dez, vinte, trinta técnicas diferentes, e não executar nenhuma de forma correta”, pontua. Além disso, ele aponta que é fundamental fazer um bom gerenciamento de risco para poder sobreviver no mercado.

Como foi possível notar por meio de nossa conversa com Rafa Trader, o Price Action é uma excelente técnica para operar na Bolsa de Valores. A partir de informações simples, mas com significados profundos, é possível analisar as tendências e os movimentos do mercado e tomar as melhores decisões para as suas ordens de compra e venda, alcançando os seus objetivos.

Quer operar na Bolsa de maneira inteligente, contando com as melhores ferramentas e com o apoio de especialistas? Então, entre em contato conosco e comece a lucrar no mercado de ações!

Você também pode se interessar por:

Abra sua conta online e grátis