Resumo da semana: IPCA aumenta, Bitcoin derrete e bancos divulgam balanço

Resumo da semana 7 a 11/11: IPCA aumenta, Bitcoin derrete e bancões divulgam balanço

Uma semana carregada de indicadores econômicos importantes, como o IPCA, mas que também veio acompanhada de acontecimentos relevantes no mundo corporativo, como o balanço de resultados do 3º trimestre dos bancos e no mercado de criptos. Vamos entender os movimentos que aconteceram essa semana.

Segunda-feira

A semana começou com uma nova elevação da projeção de inflação para 2022, pelo mercado financeiro, o dado foi divulgado no Boletim Focus, do Banco Central. A expectativa para o IPCA deste ano passou de 5,61%, há uma semana, para 5,63%. Para 2023, se manteve em 4,94% e, para 2024 seguiu em 3,50%.

Durante a manhã também foram divulgados dados comerciais da China, que vieram muito abaixo das expectativas, marcando o primeiro declínio anual nas exportações desde maio de 2020. as exportações caíram 0,3% e as importações recuaram 0,7%. O governo da China reiterou sua postura de Covid
zero.

Na Alemanha e na França teve divulgação do PMI de outubro do setor de construção, os resultados, assim como nos setores de serviço e indústria, ficaram abaixo dos 50 pontos, o que implica recessão.

No balanço das empresas, teve divulgação dos resultados do 3º trimestre do BB Seguridade, 3Tentos, Direcional, Ecorodovias, Pague Menos, Movida, São Martinho e Tim.

As criptos tiveram um começo de semana difícil, com Bitcoin e Ethereum abrindo em queda de 2,7% e 3,8%, respectivamente. A volatilidade da semana pode ser ligada ao momento de véspera das eleições de meio de mandato nos EUA, em meio a tensões sobre o possível impacto da dança das cadeiras entre
legisladores americanos sobre a regulação do setor das criptomoedas.

Terça-feira movimentada nos EUA

O foco da terça-feira foi no futuro da economia norte americana, que pode tomar outros rumos a depender das eleições de meio mandato, especialmente no campo fiscal, uma vez que o orçamento do ano seguinte tanto em nível de receitas quanto de despesas é definido pelo legislativo.

O Partido Republicano se aproxima da vitória na Câmara dos Deputados nos EUA, segundo projeções, uma vez que a contagem dos votos ainda não foi concluída. A agencia de notícias Associated Press prevê que os republicanos já conquistaram 207 assentos na Câmara, contra 184 dos democratas é preciso ter 218 cadeiras para alcançar a maioria na Casa.

Já no Senado, de acordo com a mesma agência, os republicanos têm 49 assentos contra 48 dos democratas. Até então o Partido Democrata controla o senado dos EUA e tem uma pequena maioria na câmara. A nova composição política pode inibir os gastos fiscais, reduzindo os choques na inflação.

No cenário corporativo, o mercado acompanhou a divulgação dos balanços do Bradesco, 3R Petroleum, Braskem, BTG, Inter e C&A. Com destaque ao Bradesco, que faz parte da lista de grandes bancos que divulgaram seus resultados ao longo da semana.

O banco apresentou lucro de R$ 5,22 bilhões no 3T22, uma queda de 22,8% na comparação anual. A baixa nos resultados se deve ao aumento da inadimplência, que subiu de 2,6% de setembro do ano passado para 3,9% esse ano.

Alguns índices de inflação também foram divulgados por aqui. Teve divulgação IGP-DI, índice de inflação divulgado pela FGV, que apresentou deflação de 0,62% em outubro. Enquanto isso Índice de Preços ao Consumidor (IPC), teve aumento, saindo de 0,02% em setembro para 0,69% em outubro.

E não é só no Brasil que teve divulgação de índices de inflação, na China, teve divulgação dos dados de inflação ao produtor (PPI), que indicou uma deflação de -1,3% anual, assim como a inflação ao consumidor (CPI) que passou de 0,3% em setembro para 0,1% em outubro.

Quarta-feira

No meio da semana saíram os números de Vendas no Varejo aqui no Brasil, que apresentaram alta de 1,1% no mês de setembro em comparação a 0,1% na leitura anterior.

Mas o destaque de quarta feira foi o balanço do Banco do Brasil que teve lucro líquido ajustado recorde de  R$8,360 BI no 3º trimestre, uma alta de 62,7% comparado ao mesmo período do ano passado.

Também teve divulgação dos balanços de Gerdau, Eletrobras, Equatorial, BRF, Minerva, Natura, Arezzo, Guararapes, MRV, SulAmérica, Hapvida, Rede D’or E Porto Seguro.

Durante essa semana, os investidores brasileiros também se atentaram a transição do governo brasileiro, da equipe do atual presidente Jair Bolsonaro para a do candidato eleito para os próximos 4 anos, Luiz Inácio Lula da Silva.

As criptos que abriram a semana em queda, despencaram mais ainda durante a semana, com o preço do Bitcoin caindo 10% na quarta-feira após uma possível falência da FTX, a segunda maior Exchange do mundo.

A segunda maior criptomoeda em valor de mercado, o Ethereum, cai 18,22%. O mercado de criptomoedas mais amplo também apresentou quedas com Dogecoin, Ripple e Cardano registrando perdas, respectivamente, de 16,51%, 15,55% e 7,66%.

Quinta-feira chegou com IPCA

Chega a divulgação do IPCA, o índice inflacionário que apresentou deflação nos últimos meses, encerra seu ciclo de queda para voltar a crescer.

O principal motivo para o avanço da inflação no período foi o desenvolvimento negativo dos preços livres. O grupo de alimentação apresentou avanço significativo ao longo do período, embora a qualidade da composição do indicador como um todo tenha sido ruim.

Os preços administrados, principalmente o grupo de transportes também foram determinantes para a leitura. O grupo de transportes, afetado pelo movimento dos combustíveis automotivos, reverteu o movimento de três deflações seguidas, apresentando crescimento de 0,58% MoM.

É possível perceber que as mudanças tributárias causadas pelo PLP 18 foram praticamente dissipadas, de maneira que o grupo deve apresentar comportamento inflacionário nos próximos períodos.

A contenção da inflação do país à nível estrutural deve demandar uma política de juros elevados por tempo mais longo do que as expectativas atuais.

Além da inflação, no Brasil também teve balanço do Itaú B3, JBS, Magalu, Americanas, VIA, Bradespar, Sabesp, além de algumas corretoras, administradoras de shoppings, elétricas e setor de educação.

No cenário externo, teve divulgação da inflação ao consumidor (CPI) nos Estados Unidos, que contrariou as expectativas e se manteve no nível, de 0,4% no mês de outubro.

Uma sexta-feira mais calma

Para fechar a semana, saem Produto Interno Bruto (PIB) e a produção industrial do Reino Unido, a inflação ao consumidor da Alemanha (CPI), a confiança do consumidor de Michigan (EUA) e a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) no Brasil.

Também tem balanço dos resultados da Embraer, Marfrig, Cemig, Itaúsa E Cosan.

Para saber os resultados desses indicadores e as principais notícias é só acompanhar o nosso Giro de notícias, todos os dias, às 12h no Youtube.

Você também pode se interessar por:

Taxa zero para investir e realizar seus sonhos!

Comece a investir em poucos minutos e tenha acesso a plataformas profissionais gratuitas, plataforma de ensino gratuita, melhor custo-benefício para trader e investidor.
Atendimento via WhatsApp com espera média e de apenas 8 segundos.

Canal de Denuncia

"*" indica campos obrigatórios

Passo 1 de 2

Quando? ( data ou período de ocorrência)
DD barra MM barra YYYY
DD barra MM barra YYYY
Para acompanhar o andamento de seu relato, você receberá um número de protocolo que lhe será fornecido após o registro do relato.
Agradecemos sua iniciativa e confiança. Caso queira, pode inserir seu e-mail, nome e telefone para que possamos entrar em contato

Coleta e uso de informações

Durante a utilização dos nossos serviços, podemos solicitar o fornecimento de algumas informações pessoais, que poderão ser utilizadas para a sua identificação ou para contato, respeitando sempre a sua privacidade. Caso deseje não receber e-mails comercias da CM Capital, entre em contato conosco através dos canais de atendimento.

Faça a sua denúncia

Por favor, preencha o formulário abaixo. A sua denúncia é totalmente anônima.