Confira 4 dicas que todo investidor iniciante deve conhecer!

Vai começar a investir? Então, é melhor saber que existem alguns cuidados básicos que você precisa tomar antes de sair alocando o seu dinheiro em diferentes tipos de aplicações. Apesar de atrativos, muitos investimentos são voltados para um público bem específico, por isso, se você é investidor iniciante, é melhor estudar para se preparar e não cometer erros.

Para fazer boas escolhas, antes de mais nada, será preciso pesquisar bastante e dedicar tempo para conhecer as principais estratégias de investimento e os cuidados que precisam ser tomados na hora de comprar ativos no mercado financeiro. Atente-se às dicas que separamos para você neste post e comece a investir de maneira inteligente. Boa leitura!

O que você deve saber como investidor iniciante?

É normal que todo investidor iniciante se sinta um pouco perdido e bastante inseguro ao fazer suas primeiras aplicações. Contudo, é possível driblar essa situação. Por meio de alguns cuidados simples que ajudarão a diminuir o risco das suas escolhas, você poderá entrar para a vida de investidor sem precisar passar por nervosismos.

Separe o papel e a caneta e preste atenção, pois você vai conferir algumas dicas valiosas que permitirão garantir uma boa rentabilidade, escolhendo os melhores investimentos!

1. Entenda o seu perfil de investidor

Antes de mais nada, é necessário identificar qual o seu perfil enquanto investidor. É por meio dessa primeira análise que será definida a maneira como você trabalhará suas alocações. O seu perfil de investidor é o que define quanto risco você consegue suportar sem que isso faça você tomar decisões precipitadas em relação aos seus investimentos.

Se você comprou um ativo por determinado valor, por exemplo, mas ele perdeu muito poder de mercado em pouco tempo, é importante que você não o venda: espere pela sua retomada de preço antes de negociar. É necessário uma certa frieza e calma para tomar esse tipo de atitude.

Algumas pessoas lidam muito bem com esse tipo de pressão e têm a paciência necessária para aguardar o desfecho da situação, enquanto outras ficam nervosas e acabam vendendo seus papéis por um preço muito abaixo daqueles que adquiriram, perdendo uma quantidade considerável de dinheiro.

Não é uma regra rígida, mas existem três tipos de perfil investidor. Cada um tende a encarar o mundo dos investimentos de maneira diferente, levando em conta o tripé básico dos investimentos, ou seja, liquidez, rentabilidade e risco. Entenda, de maneira geral, como cada perfil atua:

  • conservador: aqueles que se identificam com o perfil conservador, buscam priorizar a segurança em suas alocações. Isso significa, que geralmente essas pessoas optam por investimentos que tragam resultados sem trazer risco ao patrimônio. Nesse sentido, abrem mão da possibilidade de altos ganhos em pouco tempo em troca de segurança. Geralmente, investidores conservadores optam por alocações de renda fixa, como LCI, LCA, CDB e Títulos do Tesouro;
  • moderado: os investidores de perfil moderado também procuram produtos que garantem uma maior segurança. Contudo, estão dispostos a correr mais riscos do que os conservadores, pois desejam mais rentabilidade. Nesse sentido, é comum que procurem produtos de renda fixa, mas também se aventurem em renda variável;
  • arrojado: já o investidor arrojado, ou agressivo, é aquele que está mais disposto a correr risco. Por isso, os arrojados buscam altas rentabilidade em um curto período de tempo. Priorizam investimentos com um risco maior, mas que possibilitem altos ganhos em pouco tempo.

2. Defina metas e objetivos

Além de reconhecer seu perfil de investimento, é importante estabelecer suas metas. É preciso compreender que o dinheiro é uma ferramenta. Antes de mais nada, ele precisa ser visto como um instrumento para a realização de determinados desejos e vontades.

Você sabe quais são os objetivos que quer cumprir investindo o seu dinheiro? Você quer poupar e investir para comprar uma casa, para fazer uma viagem ou para trocar de carro? Pode ser que você só queira uma “gordurinha” financeira para resolver algum imprevisto ou que o seu objetivo seja garantir uma aposentadoria tranquila, que forneça rendimentos mensais.

Não existe regra sobre quais metas devem ser escolhidas: o importante é que tenha clareza sobre aquelas que fazem sentido para você e consiga expressá-las em números, com um prazo definido e um plano de execução viável. Dessa forma, você deve estipular pequenas metas para alcançar o montante que pretende guardar.

Tenha em mente que é mais importante criar o hábito de fazer aportes frequentemente do que fazer grandes investimentos de uma só vez. Assim, todo mês você tira uma pequena quantia da sua renda e investe esse valor. Com o tempo, o investimento estará consistente e rendendo cada vez mais.

3. Busque auxílio de profissionais especializados

Muitas pessoas acham que é simples e fácil começar a investir por conta própria, mas, além de não ser verdade, essa decisão pode atribuir um risco absurdo aos seus investimentos, gerando sérias consequências. Se você não conhece o mercado ou não tem experiência suficiente para atuar nele, a melhor escolha é não se aventurar nesse mar aberto sem ajuda.

É comum que as corretoras disponham de equipes especializadas, que estudam o mercado, aplicam sua expertise e analisam dados e mais dados, tudo isso para chegar às melhores recomendações para a sua carteira de investimentos. Procure por companhias que realizem esse trabalho alinhado ao seu perfil específico de investidor, especialmente para que você consiga manter a sua estratégia ao longo do tempo.

4. Dedique seu tempo aos estudos

Você pode contar com os melhores especialistas do mercado, ter uma equipe supereficiente apoiando suas decisões e até fazer boas escolhas na composição da sua carteira, mas só uma coisa pode garantir a melhoria contínua dos seus resultados: estudo.

É fundamental procurar saber cada vez mais sobre o mundo dos investimentos. Tenha em mente que esse universo é dinâmico e que novas, e boas oportunidades surgem a todo momento. Por isso, você precisa baixar a cabeça e aprender sobre investimentos para ganhar experiência nesse mercado.

Felizmente, hoje, com a internet, você encontra todas as informações de que precisa com poucos cliques. Para ter resultado em seus estudos, separe uma hora do seu dia ou alguns momentos da sua semana para se dedicar especificamente a essa tarefa. Isso ajudará você a ter mais segurança, a entender as escolhas que são feitas para a sua carteira e para enriquecer sua estratégia de investimentos.

Como saber se você está progredindo?

Tudo bem, você seguiu as nossas dicas, está operando com certa segurança no mercado e tem se mantido paciente, esperando pelos primeiros resultados. Nesse momento, surge uma dúvida: como saber se você está progredindo com suas aplicações?

Em primeiro lugar, poderíamos dizer que, se você tem uma estratégia que faz sentido e é pautada em estudos aprofundados do mercado, basta segui-la para saber que você está progredindo. Permanecer firme em suas metas é o primeiro passo para garantir bons resultados. Além disso, se você consegue cumprir com o seu cronograma de investimentos, esse é outro indício de que as coisas vão bem.

Contudo, dependendo da análise que deseja realizar é difícil determinar se você está tendo bons ou maus resultados. O mercado financeiro é complexo e apresenta certa imprevisibilidade em muitos momentos. Nesse sentido, muitos dos resultados acabam dependendo da variação de mercado. Por isso, é importante compreender que quem poderá ajudar a avaliar o seu caso, especificamente, é a equipe ou o profissional especializado no assunto.

Em geral, mesmo quando os preços das ações de uma companhia baixam no mercado, por exemplo, ainda é possível obter uma boa rentabilidade com elas — é o que acontece quando os papéis dão direito ao recebimento de dividendos periódicos. Dessa maneira, você não depende apenas da flutuação de valores para ganhar, e sua lucratividade se torna bem maior.

Outro ponto que deve ser levado em consideração são os prazos de suas metas. Lembre-se de que seus investimentos têm um propósito. Para perceber se os resultados estão de acordo com suas expectativas, é necessário compará-los com os objetivos e o tempo que você estabeleceu.

Como a CM Capital pode ajudar?

Como dissemos, é sempre importante contar com especialistas para garantir bons rendimentos em seus investimentos, principalmente se você está começando agora nesse universo. Nesse sentido, você pode contar com a CM Capital. Além de ser uma empresa séria, especializada e com expertise na área de investimentos financeiros, a companhia tem mais de 20 anos de experiência em atuação no mercado nacional e um histórico consistente junto a diversos clientes institucionais, como os bancos.

Frente ao sucesso que foi capaz de alcançar, mantendo-se entre as 4 principais corretoras do Brasil, a CM Capital resolveu investir em um novo público, ajudando desde o investidor iniciante até o mais experiente a dar um up na sua carteira e nos seus resultados. Em função disso, a empresa é, hoje, uma das melhores parceiras para você ter ao seu lado quando o assunto é investimento.

Este é o momento de você dar o próximo passo em direção às aplicações mais adequadas ao seu perfil, garantindo boas rentabilidades e uma carteira de investimentos atrativa e eficiente. Se você está começando a investir e deseja entender mais sobre o mercado e conquistar ótimos resultados, converse conosco e venha agora mesmo iniciar a sua própria estratégia de investimento!

Abra sua conta online e grátis

Onde Estamos

Rua Gomes de Carvalho, 1195
4º Andar, Vila Olímpia
CEP 04547-004 – São Paulo, SP

©2020 – CM Capital e.PLUS | Todos dos direitos reservados – Desenvolvido por Apiki